Selecione a página

Era Vendel – A Época Precursora do Surgimento dos Vikings

Era Vendel – A Época Precursora do Surgimento dos Vikings

A Era Vendel (550-793 d.C.) foi um período significativo na história da Escandinávia, localizado entre a Era das Migrações e a Era Viking. Este período é nomeado após a localidade de Vendel, na Suécia, onde ricos achados arqueológicos forneceram uma visão detalhada sobre a cultura e a sociedade da época. A Era Vendel é conhecida pelo desenvolvimento de novas tecnologias de metalurgia e pela formação de sociedades guerreiras e hierarquizadas.

O Contexto Histórico da Era Vendel

Após o declínio do Império Romano, a Europa entrou em um período de migrações massivas que resultaram em mudanças culturais e políticas. A Escandinávia não foi exceção, e a Era Vendel marca uma fase de transição que antecede a conhecida Era Viking. Durante este período, as sociedades escandinavas desenvolveram características únicas em termos de organização social, práticas funerárias e artefatos militares.

A Era Vendel foi marcada por uma cultura militar forte, com a guerra desempenhando um papel central na sociedade. Os guerreiros da época eram altamente valorizados e a posse de um elmo ricamente decorado indicava um status elevado. As batalhas eram não apenas conflitos territoriais, mas também rituais que consolidavam a posição social e a honra dos participantes.

O Elmo da Era Vendel

Entre os muitos artefatos descobertos, o elmo da Era Vendel destaca-se pela sua complexidade e beleza. Esses elmos, encontrados principalmente em túmulos de guerreiros, demonstram a habilidade avançada dos artesãos da época e a importância simbólica do equipamento militar. O elmo de Vendel mais famoso foi encontrado na Suécia, em um túmulo que remonta ao século VII.

Entre os muitos artefatos descobertos, o elmo da Era Vendel destaca-se pela sua complexidade e beleza. Esses elmos, encontrados principalmente em túmulos de guerreiros, demonstram a habilidade avançada dos artesãos da época e a importância simbólica do equipamento militar. O elmo de Vendel mais famoso foi encontrado na Suécia, em um túmulo que remonta ao século VII.

Os elmos da Era Vendel são notáveis por seu design detalhado e robusto. Feitos de ferro, esses elmos frequentemente incluíam incrustações de bronze e ouro, além de adornos com cenas mitológicas e animais estilizados. A decoração elaborada não era apenas estética, mas também tinha um propósito simbólico, refletindo o status e a posição do guerreiro dentro da sociedade.

Os elmos da Era Vendel não eram apenas peças de armadura; também possuíam grande valor simbólico. Esses elmos indicavam a posição social do portador e eram frequentemente enterrados com seus donos, sinalizando seu status e coragem. Além disso, os motivos decorativos muitas vezes retratavam cenas de mitologia nórdica, sugerindo uma conexão entre o guerreiro e os deuses.

O Sítio Arqueológico de Vendel

O sítio arqueológico de Vendel, na Suécia, revelou uma riqueza de artefatos que iluminam este período histórico. As escavações em Vendel descobriram vários túmulos de barcos, onde os guerreiros eram enterrados com seus pertences, incluindo armas, elmos e outros objetos de valor. Estes túmulos fornecem uma visão detalhada das práticas funerárias e da estrutura social da época.

A Influência na Era Viking

A Era Vendel preparou o terreno para a subsequente Era Viking. Muitas das inovações tecnológicas e culturais da Era Vendel, como a metalurgia avançada e a organização social hierárquica, influenciaram diretamente os vikings. Os elmos da Era Vendel, com sua mistura de função prática e simbolismo, podem ser vistos como precursores dos capacetes vikings mais conhecidos.

Referências Bibliográficas
Andersson, T. L. The Sagas of the Icelanders: A Selection. Penguin Classics, 2001.
Hedeager, Lotte. Iron Age Myth and Materiality: An Archaeology of Scandinavia AD 400-1000. Routledge, 2011.
Näsman, Ulf. The Hoops of Power: The Role of Weapons in the Formation of Scandinavian Society during the Vendel Period. Oxbow Books, 2012.
Price, Neil. The Viking Way: Religion and War in Late Iron Age Scandinavia. Oxbow Books, 2002.
Roesdahl, Else. The Vikings. Penguin Books, 1998.
Williams, Gareth. Vendel Period Bracteates and the Early History of the Runic Alphabet. Cambridge University Press, 1999.
Arwidsson, Greta. Vendelstile – Email und Glas in einer Sammlung von germ. Altertümern in Schweden. Bonn, 1983.
Arrhenius, Birgit. Merovingian Garnet Jewelry: Emergence and Social Implications. Almqvist & Wiksell International, 1985.
Avalie!

Publicidade